quarta, 01 de abril de 2020
Crack nem pensar

> NOTÍCIA >

Publicado em 10/12/2019 10h02

Ministra Maria Cristina Peduzzi é eleita primeira presidente mulher no TST

a ministra Maria Cristina Peduzzi foi eleita, nessa 2ª feira (09), presidente do Tribunal Superior do Trabalho - TST no próximo biênio. Pela primeira vez, a Corte terá uma mulher na presidência. O vice-presidente será o ministro Vieira de Mello Filho e o novo corregedor-Geral será o ministro Aloysio Corrêa da Veiga. A posse deverá acontecer em sessão no dia 19/2/2020. 

A ministra Maria Cristina Peduzzi tomou posse no TST em 21/6/01. Preside a 8ª turma e a comissão de Jurisprudência e Precedentes Normativos e integra a SDI – 1 Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais e o Órgão Especial. Foi vice-presidente do Tribunal no biênio 2011/2013 e conselheira do CSJT - Conselho Superior da Justiça do Trabalho de 2009 a 2013.

De 2013 a 2015, representou o TST CNJ. No biênio 2016/2018, foi diretora da Enamat - Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho.

O ministro Luiz Phillipe Vieira de Mello Filho integra o TST desde 2006, em vaga destinada à magistratura. Atuou nas Juntas de Conciliação e Julgamento de Belo Horizonte, João Monlevade, Uberaba e Ouro Preto e, em 1998, foi promovido por merecimento ao Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região. Além de integrar a 7ª turma e a SDI-1 Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais, o ministro é o atual diretor da Enamat. 

O ministro Aloysio Corrêa da Veiga, em 2004, tomou posse como ministro do TST, em vaga destinada à magistratura. Atualmente, integra atualmente a 6ª turma, o Órgão Especial e a SDC - Seção Especializada em Dissídios Coletivos e preside a Comissão de Regimento Interno. De 2012 a 2014, foi conselheiro do CSJT e, no biênio 2011/2013, dirigiu a Enamat. Compôs o CNJ, como conselheiro, no biênio 2017/2019 e, em 2018, foi designado corregedor nacional da Justiça substituto.

 


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share